NEWS

Fadiga Adrenal e Síndrome de Burnout

Se você tem ficado extremamente estressado, se sente cansado constantemente, irritabilidade exacerbada por motivos banais, tem tido dificuldade para dormir, relaxar e desfrutar de momentos de prazer, está enfrentando problemas de memória e de concentração e sentindo uma vontade incontrolável de comer doces, você pode estar com Fadiga Adrenal ou até mesmo apresentar a Síndrome de Burnout.
Saiba neste ARTIGO o que é Fadiga Adrenal, o que é Síndrome de Burnout, qual a relação entre elas, como diferenciá-las e muito mais.

Fadiga Adrenal

As adrenais são pequenas glândulas localizadas sobre os rins que têm a função de sintetizar vários hormônios importantes para o nosso corpo. Portanto, entre suas principais funções estão o controle: do ciclo do sono, da pressão arterial, da libido, da imunidade e do metabolismo de diversos nutrientes imprescindíveis para o bom funcionamento do nosso organismo.

Nas fases iniciais do estresse, a adrenal reage produzindo muito cortisol, e se este hormônio continua sendo produzido de maneira incontrolável por muito tempo, pode levar a pessoa a desenvolver o quadro de fadiga adrenal, que seria a falência da glândula, que passa a produzir cortisol em níveis não adequados.

Os sintomas da fadiga adrenal são aqueles mencionados no começo deste artigo, que podem ser resumidos em estresse e esgotamento físico e mental, e suas causas são de carácter emocional: estresse no trabalho ou em casa, medos e preocupações constantes, crises financeiras, no relacionamento, falta de autoconfiança e de autoestima entre muitas outras.

Síndrome de Burnout

Quando o quadro de fadiga adrenal se prolonga por muito tempo, pode desenvolver o que chamamos de Síndrome de Burnout. A síndrome é o grau mais extremo que pode ser verificado, é o ápice do estresse, a exaustão total.

Nesta fase, a pessoa está totalmente esgotada, com fraqueza, moleza e prostração profunda. O ambiente das grandes cidades pode contribuir consideravelmente para o desenvolvimento e evolução do quadro.
A prática de exercícios físicos, a mudança de hábitos no dia a dia, a alimentação, a acupuntura e a medicina ortomolecular são as principais medidas a serem tomadas para superar a Síndrome de Burnout.
Aqui na Reability você conta com a medicina ortomolecular, uma especialidade alternativa às convencionais para prevenir e tratar uma série de problemas.

Referências

http://www.endonutry.com.br/fadiga-adrenal
https://fabiopisani.med.br/fadiga-adrenal-burn-out-sinais-sintomas/
https://www.anamt.org.br/portal/2018/05/30/o-que-e-sindrome-de-burnout-e-quais-as-estrategias-para-enfrenta-la/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *