NEWS

Os benefícios da Medicina Ortomolecular

Criada pelo químico Linus Pauling na década de 60, a Medicina Ortomolecular visa, assim como outras especialidades da medicina, corrigir anomalias psíquicas ou orgânicas. No entanto, seu foco é na nutrição do paciente.

A Medicina Ortomolecular acredita que diversas doenças podem ser prevenidas se existir o equilíbrio entre cada nutriente, vitamina, hormônio e radicais livres no organismo da pessoa. Este é o seu primeiro benefício; entenda-o melhor agora.

Doenças

Os radicais livres são moléculas altamente reativas que têm o poder de afetar células saudáveis. Dessa forma, causam inflamações constantes pelo corpo e diversas doenças como artrite, artrose, doenças vasculares, Parkisson, Alzheimer, câncer, catarata, envelhecimento precoce da pele, entre outras.

A ingestão e a quantidade correta dos nutrientes e vitaminas necessários para que se obtenha a eficácia no tratamento ou prevenção da doença serão indicadas pelo médico após a realização de alguns exames. Elas podem ser à base do consumo de alimentos orgânicos ou de fórmulas manipuladas de acordo com a necessidade de cada paciente.

Em resumo, a Medicina Ortomolecular atua como complemento da terapia padrão, ajudando no equilíbrio de substâncias que estejam em excesso, faltando ou que sejam tóxicas ao nosso organismo. Assim, melhora o desempenho celular, aumenta o rendimento metabólico, reduz o tempo de cura de determinadas doenças (sobretudo porque otimiza o efeito dos medicamentos padrão) e, até mesmo, previne-as.

Emagrecimento

Outro benefício para quem busca a Medicina Ortomolecular é o emagrecimento. A presença excessiva de radicais livres pelo corpo impede o funcionamento normal da célula, facilitando, assim, o acúmulo de líquido em seu interior.

Somado a isso, os alimentos preferíveis na dieta ortomolecular (além das fórmulas manipuladas prescritas pelo médico) são à base de frutas, verduras e legumes, todos de baixa caloria, auxiliando, por consequência direta, no emagrecimento.

A Medicina Ortomolecular vem se aperfeiçoando bastante nos últimos anos, e os pacientes que são submetidos ao tratamento saem cada vez mais satisfeitos com os resultados. Vale lembrar que pessoas de todas as idades podem fazer a dieta, e o tratamento é individualizado e personalizado para cada paciente em especial.

 

Referências

https://www.secad.com.br/blog/medicina/conheca-mais-sobre-medicina-ortomolecular/

https://www.tuasaude.com/ortomolecular/

http://www.maisequilibrio.com.br/saude/terapia-ortomolecular-e-o-emagrecimento-5-1-4-446.html

http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0066-782X1997000700011

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *